quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Cozido das Furnas

Ontem fui às Furnas, juntamente com as minhas colegas e as utentes do meu trabalho, comer um Cozido das Furnas, a convite da Dona Odete e do Senhor Nemésio (que são os meus chefes)!!
Para quem não sabe o famoso Cozido das Furnas é feito em buracos no chão e é cozido com o vapor da terra. É um sabor inigualável!!!
As Furnas são uma pequena freguesia que pertence ao concelho da Povoação e que fica na ilha de São Miguel nos Açores. "... são muito conhecidas pelas suas águas térmicas, nomeadamente as caldeiras, a poça da Beija e piscinas térmicas. Para além disso as Furnas são conhecidas pelo hotel Terra Nostra constituído por uma piscina natural de águas termais e um magnifico Jardim Botânico, e ainda também se pode visitar o parque natural onde se encontra alguns animais e algumas espécies de plantas. Também é nas Furnas que se encontra uma lagoa "Lagoa das Furnas".
São também tradicionais e exclusivos das Furnas, os bolos lêvedos e também se pode apreciar o famoso cozido (a carne demora cerca de 5 a 6 horas e o bacalhau cerca de 3 a 4 horas) nas caldeiras com o seu requintado sabor. Berço do turismo açoriano, as Furnas possuem uma das maiores e mais diversificadas colecções botânicas do arquipélago." Este pequeno excerto é da Wikipédia.

Aqui deixo uma sequência de fotos para vocês verem o banquete que nos fizeram. (Aqui faltam as fotos da preparação do Cozido porque como ele vai a enterrar pelas 6/7 da manhã para podermos almoçar pelas 13/14 horas, quando chegamos era quase horas de almoço. Também faltam as fotos dos bolos lêvedos e das maçarocas de milho cozidas nas caldeiras, que foi puro esquecimento.)
Caldeiras das Furnas

Quando se enterra o cozido, dão-nos uma placa com um número de modo a podermos identificar qual é o nosso na hora de irmos buscar.

No passado, era a própria pessoa que fazia o buraco e que depois desenterrava o cozido.

Nos dias de hoje, esta tarefa é feita em buracos próprios e tem funcionários que executam esta tarefa.


Como o Cozido é condicionado: Põe-se numa panela, depois amarra-se bem a panela, põe-se dentro de uma saca e torna-se a amarrar e prender com uma corda para ser mais fácil tirar do buraco.

Vai-se desamarrando tudo e tira-se a saca.


Quando se prepara o Cozido, há que ter em conta o que leva mais tempo a cozer, que pomos no fundo da panela: Carnes, Legumes, etc... os enchidos devem ir embrulhados em papel de prata para não se desfazerem...

Também é preciso ter-se cuidado com o sal, é preferivel por-se pouco e caso seja necessário, acrescenta-se no prato.

Não se põe água no cozido, este caldo que se forma é dos próprios ingredientes...


Aqui está uma vista panorâmica da mesa...


Mais uma...



Com o caldo pode-se fazer uma sopa, põe-se umas fatias de pão duro e depois o caldo por cima...

Um bocadinho disso, um bocadinho daquilo e quando damos por nós temos o prato cheio!!!

Sobremesa: Charlotte Russa


E Pudim de Gelatinas!!!

Escusado será dizer que quando chegou esta parte já quase que não se conseguia comer mais nada!!!

5 comentários:

Elvira disse...

O que eu não dava para comer dessa maravilha agora mesmo! Mas em breve, muito em breve... ;-)

Beijinhos quase quase quase conterrâneos.

Gulodices disse...

ai que saudades deste belo cozido!!!! Também poderia ser uma bela caldeirada de bacalhau, que feita nas furnas também fica uma pequena maravilha!!!

que inveja!!!!

bjks

Manuela disse...

Ui que maravilha!
Adoro cozido.
Já estive nas Furnas mas infelizmente ainda não tive oportunidade de comer um cozido de lá.
:(

Rivera disse...

Que receição maravilha!!! Fiquei cá com uma inveja... :)

Smas disse...

Estive em S.Miguel de férias com a família em Agosto e fomos fazer o cozido das Furnas, uma verdadeira delícia!
E publiquei a receita a semana passada, o funcionério que enterrou o meu cozido é o mesmo ;)
Bjs de Macau, com muitas saudades de S.Miguel!